fbpx

Agende sua consulta

Edit Template

Tudo que você precisa saber sobre parto normal

Parto Normal. O nome já diz tudo: “normal”, ou seja, o parto normal é o tipo de parto que o corpo da mulher foi preparado para ter. 

O parto normal é fisiológico assim como respirar é fisiológico. O parto faz parte da natureza da mulher. 

Contudo, no Brasil o parto que é tido como “normal” (mais comum) pela sociedade é a cesariana. 

Há uma inversão em nossa cultura. A cesariana costuma ser a primeira indicação de parto no Brasil, quando deveria ser a segunda indicação, a segunda opção. Uma exceção e não uma regra.

As cesarianas chegam a representar 84,76% dos partos feitos pelos planos de saúde quando a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda desde 1985 que as taxas de cesariana sejam de 10% a 15% do total de partos. 

O Brasil ocupa o segundo lugar no mundo em número de cesáreas, com uma taxa acima de 55% do total de partos, perdendo apenas para a República Dominicana, com 58%.

Trata-se mesmo de uma questão cultural e de um senso comum em que dizem que esse tipo de parto é mais seguro para a mãe e o bebê.

Porém, isso não é verdade! O partos normal é o mais seguro, como o próprio nome já diz tudo: “normal”. O corpo da mulher é preparado para isso! 

Você sabia que 90% das mulheres podem perfeitamente ter um parto normal?

Então, se você sonha em ter um parto normal, continue comigo até o fim deste post que vou te explicar tudo o que você precisa saber, vou tirar dúvidas, desmistificar vários aspectos e te ajudar a entender tudo de forma leve e completa.

 

Parto Normal e Parto Natural são a mesma coisa?

Essa é uma dúvida bem comum. Para contextualizar, é importante entender que no universo da obstetrícia chamamos o “parto normal” de parto vaginal.  

O parto vaginal é aquele em que o bebê nasce pela via vaginal. 

Assim, dentro do contexto do parto vaginal é comum se usar a seguinte subdivisão:

  • Parto Normal: É o parto que acontece com anestesia ou com algum tipo de intervenção médica (indução, fórceps ou algum outro instrumento médico).

  • Parto Natural: Diferentemente do anterior, o parto natural é aquele que acontece de forma espontânea e literalmente natural, sem anestesia, sem uso de técnicas de indução, sem instrumentos.
  •  

Parto humanizado e parto normal são a mesma coisa?

Não! 

Parto humanizado é qualquer tipo de parto independentemente da via ou de onde ele acontece. 

Pode ser uma parto vaginal, pode ser uma cesariana, pode ser na banheira, pode ser na maca hospitalar ou no chuveiro. 

A questão é o “como”.

Se há acolhimento, se o atendimento é centrado na mulher, se as técnicas usadas são baseadas em evidências científicas e considerando todos os aspectos que a humanização preconiza. 

 

Então existe cesariana humanizada?

Sim, existe. Na verdade, existe parto humanizado, independentemente da técnica escolhida.

Eu expliquei tudo que você precisa saber sobre cesariana neste post aqui

 

Parto Humanizado: o que é?

Parto Humanizado é um termo usado para caracterizar um parto em que a mulher recebe uma assistência individualizada cheia de carinho, respeito, acolhimento, empatia e qualidade técnica/médica durante seu parto. 

Um parto em que há o cuidado centrado na mulher, considerando toda a sua integralidade, sua história, seus desejos e necessidades.

O termo surgiu no final dos anos 80 como uma resposta à violência obstétrica e à onda de cesarianas eletivas que marcaram a época. 

O parto humanizado independe da via, pode ser uma parto natural (sem anestesia ou intervenções obstétricas), parto normal (na banheira, no banquinho de parto ou na cama do hospital) ou mesmo uma cesariana. 

Eu sempre digo que:

“Humanizar é acreditar na fisiologia da gestação e do parto e apenas acompanhar.

É perceber, refletir e respeitar os aspectos culturais, individuais, psíquicos e emocionais da mulher e de sua família. É devolver o protagonismo do parto à mulher. É garantir o direito de conhecimento e escolha a essa Mulher.”

 

Dicas para ter um parto normal de sucesso

É importante saber que quando a gente se prepara, sabe o que esperar em cada fase, passa a entender os processos do nosso corpo e como a nossa mente pode influenciar, isso realmente faz a diferença no parto.

O processo de parto é uma atividade física. Por isso, essa é uma das coisas que podemos fazer para facilitar e auxiliar o bebê a se posicionar bem no corpo.

Existem alguns exercícios e práticas que podemos associar para garantir o sucesso do parto, como por exemplo:

  • Fisioterapia pélvica.

  • Prática regular de exercícios.

  • Manter uma boa alimentação, com consumo de vegetais, frutas, fibras, etc.

  • Fazer um bom pré-natal.

Também é importante ter uma equipe, apoio psicológico (afinal o parto é fisiológico e as travas emocionais, então, elas podem influenciar no processo).

Uma outra dica legal também é assistir documentários e vídeos positivos e educativos sobre parto. 

No meu canal do Youtube, você pode acessar e acompanhar diversos conteúdos que com certeza contribuirão muito nessa etapa.

Em resumo, o que você precisa entender é que quanto mais preparada estiver, mais segura você estará e mais fluido o processo será.

E quanto mais puder estar cercada de pessoas que vão te dar apoio e segurança, melhor será! Para que essa seja uma experiência acolhedora, segura e de muito amor.

 

Mas, e a dor do Parto normal?

Esquece a dor do parto! Vamos cuidar do preparo!

A dor do parto faz parte do processo. A dor do trabalho de parto é causada pelas contrações do útero e pela dilatação do colo uterino.

A dor é parecida com uma cólica menstrual intensa que vai e volta, começando mais fraca e aumentando a intensidade aos poucos.

Porém, você sabia que existem inúmeras formas de aliviá-la?

Quando pensamos em dor do parto logo cenas de filmes, novelas e séries nos vêm à mente. Aquelas cenas terríveis cheias de sofrimento, medo e desespero. 

Contudo, a humanização veio exatamente para ressignificar todo esse “terror”. 

O parto vaginal pode ser lindo, leve e poderoso, pode e deve ser uma vivência positiva e inesquecível. 

Que tal conhecer algumas formas de alívio da dor durante o parto vaginal?

 

5 maneiras de aliviar a dor durante o Parto Normal além da anestesia

  • Massagens com movimentos circulares nos braços e nas costas entre as contrações

  • Mudar de posição, evitar deitar com as costas retas e ficar na mesma posição por mais de 1 hora.

  • Andar para também estimular a dilatação e auxiliar na descida do bebê pelo canal de parto.

  • Sentar embaixo de um chuveiro com um jato de água em suas costas ou deitar em uma banheira de hidromassagem.

  • Controlar a respiração. Durante as contrações é melhor respirar lenta e profundamente, para oxigenar melhor o corpo da mãe e do bebê.

  • Já no momento da expulsão, quando o bebê está saindo, é indicada a respiração mais curta e rápida.

Em alguns casos,quando os recursos naturais não são suficientes,a mulher pode recorrer a anestesia peridural,que consiste na administração de um anestésico na coluna,capaz de minimizar a dor do trabalho de parto, sem alterar o nível de consciência da mulher e permitir que ela vivencie o parto não sentindo a dor das contrações da mesma forma. 

O importante é utilizar todos os recursos para se sentir melhor e mais confortável

No meu canal no youtube tem um vídeo sobre parto na água que é uma das maneiras para aliviar a dor.

 

Benefícios do Parto Normal

O parto normal tem inúmeros benefícios! Que tal conhecer os principais?

 

Benefícios para a mãe:

  • Fortalece o vínculo com o bebê e facilita o contato “pele a pele” com o bebê durante a Hora de Ouro e isso pode reduzir as chances de depressão pós-parto;
  • Favorece a amamentação na primeira hora de vida (que é recomendada pela OMS);
  • O tempo de internação hospitalar é menor;
  • A recuperação no pós-parto é mais rápida e menos dolorosa;
  • Não deixa cicatriz abdominal;
  • Menor risco de infecções;
  • Favorece a descida do colostro, valiosíssimo para a nutrição do bebê;

Benefícios para o bebê:

  • Diminui as chance de problemas respiratórios no nascimento;
  • Diminui chance do bebê nascer prematuro, já que, em geral o bebê nasce quando é chegada a sua hora.
  • Ajuda o bebê a formar a sua flora intestinal, já que a flora do canal vaginal materna contribui nessa formação. Futuramente, isso pode reduzir as cólicas nos primeiros meses de vida;
  • Fortalece o sistema neurológico do bebê;
  • Facilita a amamentação e assim o bebê pode receber o colostro logo na 1ª hora de vida

 

E como me planejar para o Parto normal?

Você já ouviu falar em Plano de Parto?

O Plano de Parto é um documento feito pela gestante, onde fica registrado por escrito tudo aquilo que ela deseja para:

  • A assistência durante o seu trabalho de parto, durante o expulsivo (nascimento do bebê) e após o parto;
  • Os primeiros cuidados com o recém-nascido logo após o nascimento do bebê – período chamado de “pós-parto imediato”.⠀

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o uso do Plano de Parto desde 1986.

Segundo o Ministério da Saúde, Plano de Parto é:

“Uma carta de intenções, na qual a gestante declara qual é o atendimento que espera para si e para o seu bebê, durante o processo de nascimento. Ele fala quais os procedimentos médicos e intervenções que aceita se submeter, quais são suas expectativas, como quer ser tratada!”

O Plano de Parto vai lhe ajudar a se planejar com consciência e informação. Isso trará leveza e tranquilidade. 

Além disso, é importante pensar na sua assistência no dia do parto. Escolha bem o(a) seus(sua) obstetra e, se possível, busque uma equipe multidisciplinar que possa lhe atender com carinho, respeito à sua individualidade, desejos e com muita qualidade médica-técnica. 

Se quiser contar comigo será um prazer! Converse com minha equipe no whatsapp.

 

Conclusão

O parto normal é o tipo de parto mais fisiológico e mais condizente com a natureza feminina. 

Ao contrário do que diz o senso comum, o parto normal pode ser uma vivência linda, segura e muito humanizada.

É preciso compreender que a dor faz sim parte, mas há muitas maneiras eficazes de lidar com ela e no trabalho de parto humanizado temos todo o cuidado para que ao invés de medo e sofrimento a mulher receba carinho e acolhimento

Por isso mamãe, pense melhor, converse bastante com sua equipe, questione e pesquise muito! 

Conte comigo, será um prazer lhe acompanhar. 

Agora me conta nos comentários, você já se sente mais segura para um parto normal?

Compartilhe

Deixe seu comentário

Quem sou eu

Sou realizada por de cada coração que consigo tocar, com amor, respeito e apostando em uma
assistência de qualidade!

Receba Notificações

Cadastre seu e-mail.

Você foi inscrito com sucesso! Ops! Alguma coisa deu errado. Por favor tente outra vez.

Mais vistos

  • All Post
  • Bebê
  • Cesariana
  • Gestação
  • Maternidade
  • Parto Humanizado
  • Parto Normal
  • Pré-natal
  • Puerpério
  • Relatos de Parto
  • Uncategorized
  • VBAC

Instagram

Agende sua consulta

Edit Template

Contato

Recomendados

  • All Post
  • Bebê
  • Cesariana
  • Gestação
  • Maternidade
  • Parto Humanizado
  • Parto Normal
  • Pré-natal
  • Puerpério
  • Relatos de Parto
  • Uncategorized
  • VBAC

Copyright © 2024 Dra. Marina Mariz